yes

O Presidente da Assembleia da República Portuguesa, Augusto Santos Silva afirmou hoje que a língua portuguesa (LP) é o recurso fundamental de todos os países que optaram por considerá-la como sua língua, no âmbito da conferência sobre “O Futuro da Língua Portuguesa: Das questões de soberania às trocas culturais" na VIII Jornada de Língua Portuguesa – Investigação e Ensino, realizada no Centro de Convenções da Uni-CV.

“A língua portuguesa me interessa, e  é um recurso fundamental para todos os países que decidiram considerá-la como a sua língua… e este pertence a todos os seus utilizadores”, afirmou o Presidente da Assembleia da República Portuguesa, Augusto Santos Silva.

Para avaliar qual é a situação da língua portuguesa, o presidente da Assembleia realçou que “a única preocupação é usar coerentemente o mesmo critério para avaliá-la”, abordando a utilização de dois critérios que têm sido trabalhados e testados por equipas universitárias e do Instituto Internacional de Língua Portuguesa.

“Esses dois critérios são, o da população dos nove países de regiões autónomas que têm a língua portuguesa como uma ou uma das suas línguas oficiais, e o segundo critério é a avaliação de quantos habitantes desses países são falantes nativos”, sublinhou o orador.

sim

O conjunto de países que adotaram a LP como sua língua oficial, são aqueles que atualmente representam uma parte significativa do mundo, em particular o do Hemisfério Sul, referiu Augusto Santos Silva, que é também professor catedrático da faculdade de Economia da Universidade do Porto.

Segundo o responsável, para a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), a língua portuguesa  é considerada “uma das três línguas do mundo que mais cresce pelo efeito do aumento demográfico e pelo crescimento de alunos escolarizados nos diferentes países”, acrescentando que este, “é o recurso principal de que Portugal escolhe.”

Estiveram presentes na conferência o Reitor da Uni-CV, Arlindo Barreto, que proferiu a sua abertura, agradecendo a participação do presidente da Assembleia da República Portuguesa, a Equipa Reitorial, o Embaixador de Portugal em Cabo Verde, membros da comitiva parlamentar da República Portuguesa e professores e estudantes da universidade e escolas secundárias.

A VIII edição das Jornadas de Língua Portuguesa na cidade da Praia está focada em analisar as novas orientações programáticas no âmbito das disciplinas de Língua Portuguesa (Ensino Básico e Ensino Secundário), de Língua e Cultura Cabo-verdianas (10.º ano) e de Literaturas em Língua Portuguesa (10.º ano).

Esta iniciativa é organizada pela Universidade de Cabo Verde, pela Cátedra Eugénio Tavares de Língua Portuguesa, pelo Ministério da Educação de Cabo Verde e pelo Camões - Centro de Língua Portuguesa na Cidade da Praia, em parceria com o Leitorado Brasileiro da Universidade de Cabo Verde, a Escola Portuguesa de Cabo Verde e o Instituto Internacional da Língua Portuguesa.

yh

 

Galeria de Fotografias