Centro_da_Lingua_.jpg

O Centro de Língua Portuguesa na Cidade da Praia celebrou o seu vigésimo-segundo aniversário, na sexta-feira, dia 26 de novembro, num ato que foi presidido pela Reitora da Universidade de Cabo Verde, Judite Medina do Nascimento e pelo Senhor Embaixador de Portugal em Cabo Verde, António Albuquerque Moniz.

O Centro de Convenções da Uni-CV foi o local escolhido para celebrar o vigésimo-segundo aniversário do Centro de Língua Portuguesa na Cidade da Praia, unidade de extensão associada, criada pela Universidade de Cabo Verde e pelo Camões - Instituto da Cooperação e da Língua.

embaixador de portugal

O Senhor Embaixador de Portugal em Cabo Verde reconheceu o percurso meritório em prol de uma agenda concertada para o desenvolvimento de Cabo Verde, através da educação, da ciência e da investigação, em ações estrategicamente alinhadas e direcionadas para a consecução de objetivos e desideratos comuns que visam ao bem-estar das nossas sociedades, em resposta aos múltiplos desafios que surgem e que se renovam.

Reunidos para celebrar uma das faces visíveis do trabalho que tem sido desenvolvido através do Centro de Língua Portuguesa na Cidade da Praia, inaugurado em 1999, no antigo Instituto Superior de Educação, António Albuquerque Moniz  lembrou dos leitores que aqui exerceram funções, de quem permanecem memórias, dedicação, profissionalismo e entrega: “recordemos o trabalho extraordinário desenvolvido pelas leitoras Maria de Fátima Fernandes, Leonor Santos ou Flávia Bá; pelo exemplo que caracterizou o primeiro decénio deste Centro. E agora, claro, não poderia deixar de mencionar o trabalho desenvolvido pela Leitora Mariana Faria, que já nos habituou a padrões muito elevados de qualidade.” 

Perante uma plateia composta por dirigentes, docentes, estudantes, entre outros convidados, o Senhor Embaixador dirigiu-se diretamente à Magnífica Reitora da Uni-CV, sublinhando: “regogizamos pelo fato desta parceria ser bem-sucedida e atender às especificidades contextuais cabo-verdianas, no exercício colaborativo, renovado e plural que certamente nos fortalece e motiva. Saudamos o Centro de Língua Portuguesa na Cidade da Praia pelo seu vigésimo-segundo aniversário; saudamos a todos os contribuíram e contribuem para esta nobre missão educativa.”

IMG 5827

 Por sua vez, a Reitora da Uni-CV destacou a efeméride importante que marcou uma nova largada para a cooperação entre o Camões Instituto e Cabo Verde e sobretudo com o ensino superior e mais concretamente com o Instituto Superior de Educação de Cabo Verde. No decorrer da sua explanação, reconheceu o trabalho desenvolvido pelas sucessivas leitoras da língua portuguesa, que tem sido fundamental em diversos domínios, com impacto visível e sensível em vários setores, “E eu gostaria de realçar, que através dos vários projetos desenvolvidos, a Universidade de Cabo Verde também conseguiu reforçar a sua internacionalização.

Entre as atividades desenvolvidas, Judite Medina do Nascimento destacou a capacitação dos estudantes de graduação, o desenvolvimento da licenciatura em Línguas, Literaturas e Culturas (Estudos Cabo-verdianos e Portugueses), o mestrado em Linguística e Língua cabo-verdiana, Língua Portugusa, Língua Segunda, mas também é de se destacar a colaboração que o Centro tem tido noutros doutoramentos e mestrados na Universidade.

Seguiu-se a entrega do Louvor e Prémio de Excelência Profissional, pela Reitora da Uni-CV e pelo Embaixador de Portugal em Cabo Verde, à professora Amália Lopes; e o Louvor e Prémio de Excelência Estudantil foi entregue pela Diretora do Centro de Língua Portuguesa na Cidade da Praia, Mariana Faria, e pela Coordenadora do grupo disciplinar de Línguas, Literaturas e Culturas (Estudos Cabo-verdianos e Portugueses), Karina Moreira, à estudante do 4º ano do curso de licenciatura em Línguas, Literaturas e Culturas (Estudos Cabo-verdianos e Portugueses), Sofia Andrade de Cruz, que se destacou pelo seu mérito académico.

premio_louvor.jpg

“Quero agradecer a todos aqueles que falaram sobre mim, julgo que são palavras que têm como fundo a amizade que temos tido ao longo dos anos. Dizer que eu tenho sorte ou a felicidade de ter trabalhado por gosto, ao longo do meu percurso profissional, e de  ter feito o meu trabalho por prazer, ou seja, mais pela causa da língua portuguesa e posteriormente a língua cabo-verdiana”, afirmou a Professora Amália Lopes, após ter recebido o prémio de Louvor e Prémio de Excelência Profissional. 

Sofia Andrade de Cruz frisou que “este é um dia muito especial para mim porque faz com que eu acredite mais no meu esforço e nas batalhas do dia-a-dia. Agradeceu por estar recebendo esta lembrança e dedicou a todos os seus colegas da turma de Estudos Cabo-verdianos e Portugueses: “confio em vocês, pois sei oquanto que se esforçam, dia após dia. Então, não desistam dos seus sonhos, continuem a lutar, todos juntos vamos vencer essa caminhada”. Sofia Andrade de Cruz recebeu o prémio no valor de 100 mil escudos.

O encerramento ficou a cargo de  Ana Azevedo (voz) e dos músicos: Manuel Pereira (violonista), Paulino Soares Vieira (violonista), Jorge Martins (bateria), José Rolando Furtado (baixo), Flávio Henriques Lopes (cavaquinho), sob direção musical de Manuel de Candinho.

Galeria de Fotografias