IMG 0792

Foi realizada no dia 23 de novembro, a terceira edição do seminário de promoção da Saúde que contou com a participação de estudantes que discutiram sobre as medidas que precisam ser implementadas para que a saúde seja promovida a todos os que fazem parte deste estabelecimento de ensino.

A Diretora do Gabinete de Orientação Pedagógica (GOPE), Dinora Cruz revelou alguns resultados dos estudos já feitos sobre o tema, que demonstram que a Faculdade de Ciências e Tecnologia é a que mais realiza atividades que envolvem saúde, enquanto a ECAA e ENG não tem nenhuma atividade neste sentido.

A responsável pelo projeto também sublinhou a importância de todas as faculdades abraçarem o projeto para que a universidade torne-se num espaço que promova ações de saúde nos seus projetos educativos.

 Denver Amado, representante da Associação Académica dos Estudantes encorajou os estudantes a participarem destas iniciativas, afirmando que o crescimento vem de uma comunidade e é importante que os jovens tenham atenção a estes temas na medida em que são o futuro da nação cabo-verdiana.

Para conclusão os estudantes sentaram em grupos numa atividade denominada Worldcafe para partilhar ideias sobre medidas que poderiam ser eficazes para o objetivo que se deseja alcançar.

O conceito universidade promotora de saúde foi criado em 1992 pela Organização Mundial da Saúde, e referem-se a instituições de ensino que assumem a responsabilidade de ajudar na saúde dos seus colaboradores e estudantes. A Uni-CV conta com 280 docentes, 165 pessoal não docente e 4135 estudantes.

As duas edições anteriores do seminário foram realizados para funcionários e docentes.

 

Galeria de Fotografias