Elisabeth_Moreno.jpg

A Universidade de Cabo Verde recebeu a Ministra delegada junto do Primeiro-Ministro do Governo francês, responsável pela Igualdade de Género, Diversidade e Igualdade de Oportunidades, Elisabeth Moreno, na terça-feira, 9 de outubro, para uma conversa aberta com os estudantes, no Centro de Convenções do Campus de Palmarejo Grande.

A Ministra delegada junto do Primeiro-Ministro do Governo francês esteve em Cabo Verde para participar na cerimónia de tomada de posse do novo Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves. Durante a sua estada em Cabo Verde, realizou-se uma conversa aberta com os estudantes sobre a igualdade de género, empoderamento de mulheres e direitos da Comunidade LGBT+.

Durante a conversa aberta, a Elisabeth Moreno, realçou a razão de estar na Universidade de Cabo Verde. No decorrer da sua intervenção falou do seu percurso profissional e académico. Formada em Direito e com um Master em Direito Comercial e MBA em Global Business, Elisabeth Moreno nasceu no Tarrafal, no norte da ilha de Santiago, em Cabo Verde, no ano de 1970. Aos seis anos de idade, emigrou para França com os pais e, depois de ter concluído os estudos, fez uma carreira de empresária e gestora.

“Escolhi estar na Universidade Pública de Cabo Verde porque sempre tive um imenso respeito às pessoas que se dedicam suas vidas para os jovens terem seus destinos em suas mãos. Tenho uma imensa crença que ninguém escolhe onde nascer, nem as condições de vida que, muitas vezes, são coisas que se encontram fora do nosso alcance. Mas vocês estão a criar o vosso futuro, a cada dia e minuto”, afirmou Elisabeth Moreno durante a conversa aberta com os estudantes. 

"Acho que a probabilidade de uma cabo-verdiana, que nasceu em Cabo Verde, ser contatada para entrar no Governo francês era muito limitada, mas por a França ser muito aberta, e contar com as pessoas não pela sua cor de pele ou o seu género, mas por ser considerada pelo que pode trazer ao Governo francês, acho que é um símbolo muito importante", afirmou ainda.

No momento em que foi chamada para o Governo francês, a Sra Elizabeth Moreno exercia o cargo de Diretora para África na multinacional de informática HP, instalada na África do Sul.

Galeria Fotografias