encerramento 2 Edicao

Iniciado em 2019, fruto de cooperação entre a Universidade de Cabo Verde e a Universidade de Vigo (UVigo), Espanha, deu-se o início a 2.ª Edição do Programa Empreamar Cabo Verde, com o financiamento e apoio técnico e institucional da Agência Espanhola de Cooperação para o Desenvolvimento Internacional (AECID) e da Xunta de Galícia, através da Embaixada de Espanha em Cabo Verde. Depois de dois anos, de muito trabalho e dedicação, a 2.ª Edição chega ao fim com avaliação bastante positiva.

2-edicao_empreamar.jpg

O Programa Empreamar Cabo Verde foi coordenado pelo diretor do Centro de Empreendedorismo e Prestação de Serviços, Inácio Vera-Cruz. Na sua intervenção, o diretor ressaltou que a avaliação da 2.ª Edição é muito positiva, tendo em conta, que é muito difícil concretizar empresas efetivas. “Das duas edições, tivemos 360 candidaturas e ao chegar ao fim da 2.ª Edição, temos 11 empresas materializadas. Portanto, é um resultado muito positivo, mas para além destes resultados, criamos infraestruturas para puder relançar de uma forma mais autónoma a 3.ª Edição e outros programas que não sejam somente em área de economia azul, mas pensamos na promoção de um novo programa que envolve a economia verde e tecnológica”.

A Edição, hora terminada, foi presidida pela Embaixadora de Espanha em Cabo Verde, Maria Dolores Rios Peset, afirma que o lançamento da incubadora ‘online’ é o resultado do projeto, mas também, teve outros resultados que são muito importantes. “A Cooperação Espanhola se sente muito satisfeito com os resultados alcançados e com o trabalho realizado porque souberam utilizar os recursos disponibilizados. Hoje encerramos uma longa etapa de cooperação (2014-2021), mas penso que no futuro, com um novo acordo de cooperação avançada, que negociamos agora, esperamos que a Espanha poderá encontrar outras vias de cooperação com a Universidade de Cabo Verde”, avançou a Embaixadora de Espanha durante a cerimónia de abertura realizada no Auditório da Escola de Negócios e Governação.

A Magnífica Reitora da Uni-CV, Judite Medina do Nascimento,  por sua vez destacou os resultados do projeto entre eles: o reforço da pesquisa marinha em todas as suas áreas de atividade, da oferta e da qualidade da formação académica pela Uni-CV e pela UVigo; Apoio da UVigo e Campus do Mar na capacitação avançada de docentes e investigadores da Uni-CV e Instituto do Mar; Apoio da UVigo na implementação do Doutoramento em Oceanografia e Recursos Marinhos; Ações de transferência de conhecimento às comunidades pesqueiras, desenvolvidos na 1.ª  fase do EMPREAMAR, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida das famílias; criação de uma Aliança Público-Privada, que mereceu a criação de um Comité técnico e de um comité assessor que integram diversas instituições, com interesses no setor das pescas e do mar; A construção de uma incubadora de empresas na Uni-CV, que acabou agora  de desenvolver também uma incubadora digital, cuja plataforma ser hoje lançada, com muito orgulho, pela Uni-CV.

Após a abertura oficial, seguiu-se a apresentação da plataforma incubadora ‘online’ pela Pró-reitora para a Extensão Universitária, Maria de Lourdes Gonçalves e pelo Diretor dos Serviços Técnicos e de Informática, Celestino Barros. Durante o encerramento, os empreendedores do programa Empreamar Cabo Verde proferiram os seus testemunhos. Por fim a Diretora do Instituo para o Crescimento Sustentável em Empresa, Yolanda Molares Montero, proferiu uma conferência intitulada “O Empreendedorismo e a Inovação nas cadeias de valor na Economia Azul”.  

A incuba é um espaço de liberdade e de promoção de iniciativas empreendedoras. Oferecer à empreendedora uma alternativa mais próxima de construir o seu processo de criação empresarial, através dos recursos disponibilizados através da plataforma. 

Galeria fotografias