O encontro foi realizado no edifício da Reitoria e teve como objetivo a discussão sobre o estabelecimento de futuras parcerias entre as duas instituições.

 visita_ministra.jpg

No dia 6 de julho, o Reitor José Arlindo Barreto e a Vice-Reitora Sandra Freire receberam a Ministra da Justiça, Joana Gomes Rosa Amado. O encontro foi realizado no edifício da Reitoria e teve como objetivo a discussão sobre o estabelecimento de futuras parcerias entre as duas instituições nas áreas de Direito e de Justiça.

Durante a reunião, a Ministra defendeu uma parceria que comtemple projetos ligados à formação jurídica que o Governo pretende implementar na Universidade de Cabo Verde, nomeadamente o ensino da Medicina Legal aos estudantes de Direito e a questão da informação jurídica, entre outros. 

“Desde logo, quando falei do ensino de Medicina Legal é porque já vamos ter o Instituto de Medicina Legal a funcionar e vale a pena ter estudantes de Direito já com uma formação, e poderão estar melhor capacitados a discutir nos tribunais enquanto magistrados, advogados, e ter alguma opinião em relação àquilo que é a ciência: a Medicina Legal no seu todo”, apontou a Ministra da Justiça.

A Universidade de Cabo Verde abriu recentemente o curso de licenciatura em Direito, em parceria com a Universidade do Porto. Recorda-se que existe um Mestrado Integrado em Medicina a funcionar em parceira com a Universidade de Coimbra. Para o ano letivo 2022/2023 será aberta uma licenciatura em Segurança Pública e Proteção Comunitária. São áreas do interesse do Ministério da Justiça.

Segundo o Reitor,  a Universidade de Cabo Verde está completamente aberta a essa visão da ligação com o Governo, com a sociedade e com as instituições, no sentido de apoiar o Governo nas políticas que vão ser definidas. “Temos uma consciência que temos um papel importante a desempenhar. Faz parte da missão da Universidade de Cabo Verde ajudar na implementação da política do Governo. Podemos conjugar as competências internas com a política definida pelo Governo. Estamos totalmente disponíveis para isso”, concluiu.