IIEdicao-Campos-Matematica.jpg

A Universidade de Cabo Verde promoveu a 2.ª edição do Campos de Matemática Gulbenkian em Cabo Verde, que este ano tem como público-alvo 36 alunos do 11 º Ano das ilhas de Sotavento e os seus respetivos professores acompanhantes.

O Campos da Matemática Gulbenkian em Cabo Verde (CdM CV) é uma iniciativa financiada pela Fundação Calouste Gulbenkian, que fornece aos alunos do 10.º, 11.º e 12.º anos atividades educativas que estimulem o interesse pela Matemática, através das suas aplicações na resolução de problemas do quotidiano, promovendo a autoaprendizagem e o desenvolvimento individual. 

 “O projeto consiste em trabalhar com alunos do 10.º Ano, e este ano com os alunos do 11.º, criando situações em que a Matemática é apresentada, de forma dinâmica e interativa, e os estudantes são estimulados a gostarem da Matemática. E também são apresentadas novas janelas onde poderão observar a Matemática que nunca viram na sala de aula e nas suas diferentes aplicabilidades”, afirmou a Coordenadora do Campos da Matemática em Cabo Verde, Telma Silva, que presidiu a abertura da 2.ª Edição.

Esta iniciativa tem ocorrido desde o ano passado, com a 1.ªedição em que a Uni-CV recebeu estudantes do 10.º Ano, que trabalharam as diversas áreas da Matemática, durante duas semanas, e ao longo do ano o Campos seguiu os estudantes com um programa de acompanhamento e foram preparados para esta segunda edição.

O ponto alto desse Campos é levar os estudantes a entenderem “o que é a Matemática, onde encontrá-la e para quê que ela serve” e, nesse sentido, segundo a Coordenadora, o Campos da Matemática tem trabalhado para que esta disciplina não seja vista como um “bicho de sete cabeças”. 

“Temos testemunhos de vários estudantes a dizerem que, com esse Campos, já querem fazer um estudo mais profundo da Matemática, a investigação Matemática, e durante o ano inteiro recebemos diversos exercícios e problemas desses estudantes, o que mostra a motivação e o interesse deles.”

Por seu lado, a Diretora do Programa Gulbenkian, Maria Hermínia Cabral, que esteve na abertura da segunda edição do Campos da Matemática via plataforma Zoom, acredita que os estudantes presentes no programa possam desenvolver as suas possíveis habilidades matemáticas para entrarem na Universidade de Cabo Verde. E não deixou de agradecer à Uni-CV, ao Ministério da Educação e aos professores e colaboradores que contribuíram também para a promoção e organização do Campos da Matemática.

A cerimónia de abertura contou também com a presença da Pró-Reitora para Investigação e Formação Avançada da Uni-CV, Dominika Swolkien, e da Delegada do Ministério da Educação, Constantina Afonso, que deixaram palavras motivacionais, incentivando os alunos a aproveitarem o máximo esta semana para trabalharem em grupo e consolidarem o seu conhecimento a nível da Matemática.

Este ano, esta edição também vai para São Vicente, onde vão estar presentes 30 estudantes das ilhas de Santo Antão, São Nicolau, Sal e Boa Vista, do dia 25 a 29 deste mês.

Os estudantes vão trabalhar habilidades estratégicas, através da resolução de problemas. Vão aprender outras temáticas da Matemática lecionadas nas universidades como forma de se familiarizarem com as matérias.