eco-vila_unicv.jpgNo dia 17 de janeiro do corrente ano, um grupo de estudantes dos cursos de Ciências Biológicas, Ciências Sociais e Estatística e Gestão de Informação deslocaram-se à localidade de Porto Rincão, no interior da ilha de Santiago, para aplicarem um inquérito a pescadores e vendedeiras de peixe desta comunidade, sob a coordenação do Professor Adilson Semedo. A atividade enquadra-se dentro do projeto ECOVILA – Uma abordagem para promover a resiliência do sistema sócio ecológico em Cabo Verde, financiado pela Darwin Initiative e coordenado pela Universidade de Cabo Verde em parceria com a ECOCV.

O inquérito por questionário tem como objetivo recolher os dados para o estudo de base dos recursos da pesca artesanal e a identificação dos indicadores de avaliação da pesca e de resiliência dos pescadores e dos serviços ecossistêmicos. Visa assim reforçar o conhecimento do valor da biodiversidade marinha ao nível das partes interessadas e das comunidades alvo, e desenvolver competências práticas para o uso mais sustentável dos serviços ecossistêmicos locais até o final do projeto ECOVILA – Uma abordagem para promover a resiliência do sistema socio-ecológico em Cabo Verde.

Além dos inquéritos, foram feitas amostragens dos resíduos sólidos produzidos na comunidade, com o objetivo de avaliar os métodos de descarte para posteriormente serem adotadas medidas que auxiliem na reutilização, redução e reciclagem desses resíduos. Ressalta-se que no âmbito do projeto ECOVILA, a comunidade de Porto Rincão recebeu no ano transato um equipamento para a instalação de uma pequena unidade de produção de areia a partir de vidros, que já se encontra em funcionamento. Nas próximas semanas, esses trabalhos serão realizados em Porto Mosquito e Porto de Ribeira da Barca.