raiz AzulO projeto ECO-VILA, uma abordagem para promover a resiliência do sistema socio-ecológico em Cabo Verde (Raiz Azul), (2019-2022), financiado pela DARWIN INITIATIVE (UK), liderado pela Universidade de Cabo Verde, em parceria com a Associação de Ecoturismo de Cabo Verde (ECOCV) e com a Universidade de BANGOR (Pais de Gales), elaborou uma proposta de área marinha protegida da Baía do Inferno que foi submetida à Direção Nacional do Ambiente (DNA), em novembro de 2020. 

No passado mês de fevereiro, membros da equipa do projeto da Uni-CV, os professores Mara Abu Raya (Faculdade de Ciências e Tecnologia) e Adilson Semedo (Faculdade de Ciências Sociais, Humanas e Artes) participaram nos trabalhos da Comissão para a formulação da proposta final, conjuntamente com representantes da DNA, os representantes da Associação Lantuna e da UniPiaget, que haviam, anteriormente, entregue uma outra proposta. Desses trabalhos, nasceu a proposta conjunta de Parque Natural da Baía do Inferno e do Monte Angra (PNBIMA) da ilha de Santiago, cuja delimitação foi aprovada em Conselho de Ministros de 4 e março de 2021, promulgada no dia 5 de abril de 2021 e publicada no Decreto-regulamentar n.º 3/2021, de 9 de abril (I Serie – n. 37, do B. O. da República de Cabo Verde).

Cumpre-se assim um dos objetivos centrais do projeto ECO-VILA.