IMG 1018

Após um conturbado ano de 2020, em que o quotidiano normal se viu obrigado a adotar rápidas mudanças e adaptações, o ano de 2021 marca a retoma das atividades da Casa da Ciência (CdC) do Mindelo, enquanto unidade de extensão universitária da Universidade de Cabo Verde.

Neste sentido, com base num plano organizado e trabalhado cuidadosamente, a CdC do Mindelo, sob a Presidência e Direção Científica do Érico Fortes, arrancou em janeiro do corrente ano as atividades dirigidas ao público interno da Universidade de Cabo Verde. Partindo de uma iniciativa da Profª Diara Rocha, foram realizadas as primeiras aulas práticas e visitas de estudo.  A primeira atividade foi realizada no dia 07 de janeiro, pela turma do 1º ano do Curso de Enfermagem, e consistiu numa aula prática de Microscopia no âmbito da disciplina de Biologia Celular.

De acordo com a docente da Unidade Curricular, Diara Rocha, “a visita veio complementar algumas práticas anteriormente efetuadas no laboratório de Biologia da Faculdade de Educação e Desporto”, pois a Casa de Ciência tem um microscópio que permite observar microrganismos, que não são possíveis observar com os equipamentos da Faculdade de Educação e Desporto. Dado o contexto da pandemia e as limitações resultantes, a atividade decorreu em cinco sessões com pequenos grupos, nas quais todos tiveram a oportunidade de observar tranquilamente os microrganismos e o tecido sanguíneo. Ainda sobre a visita, a professora fez questão de realçar a segurança dos procedimentos, dado que as amostras observadas são preparações definitivas, obtidas pela mesma, antes do início da pandemia.

Para o final do mês (25 de janeiro), está programada uma visita de estudo no âmbito da unidade curricular de Didática das Ciências Naturais (CN), cujo objetivo é avaliar a importância das visitas de estudo no ensino e aprendizagem das CN. Para se atingirem melhores resultados com a visita, a Diara Rocha sugeriu um desafio a um grupo de alunos e acompanhou-os em tempo extra na preparação de três protocolos experimentais com os kits da Casa de Ciência, de modo a estarem aptos a monitorizar as respetivas experiências no dia da visita.

De acordo com o Presidente da CdC do Mindelo, estes momentos constituem dinâmicas interessantes e inovadoras e assim irão prosseguir outras atividades. Entre estas, destacam-se as atividades regulares com o público interno e externo da Uni-CV na modalidade de visitas de estudo, bem como a retoma do programa itinerante, em que a CdC se desloca às escolas básicas e secundárias, cumprindo assim a sua missão enquanto agente ativo na divulgação e promoção da ciência.