reitora unicvA Reitora da Universidade de Cabo Verde, Judite Medina do Nascimento, presidiu a abertura oficial do novo Mestrado em Gestão e Políticas Ambientais (MGPA), na segunda-feira, dia 18 de janeiro, em modo presencial e online, via Microsoft Teams. O mestrado conta com docentes e investigadores de 13 universidades internacionais e 5 países da Rede de Estudos Ambientais dos Países de Língua Portuguesa (REALP).

Com o auditório da Escola de Negócios e Governação cheio de estudantes do MGPA, respeitando as normas de segurança sanitária, assim como de docentes e investigadores, Judite Medina do Nascimento destacou a multiplicidade de docentes e investigadores que abraçaram verdadeiramente o projeto e deram corpo a um programa que orgulha todos que participaram na iniciativa de alguma forma.

Os primeiros contactos para a integração da Universidade de Cabo Verde na REALP começaram entre os anos de 2007 e 2008. Em 2016, a Uni-CV abriu o doutoramento em Gestão e Políticas Ambientais. Cinco anos depois, “hoje temos a felicidade de afirmar que temos um doutoramento que já deu frutos, com algum reajuste do calendário, devido ao momento de grandes incertezas, mas neste momento já temos 5 teses defendidas no Doutoramento em Gestão e Políticas Ambientais”, sublinhou a Reitora da Uni-CV. Acrescentou que o nosso planeta está a atravessar um momento difícil e que este doutoramento e mestrado tornam-se cada vez mais pertinentes e mais relevantes por conseguirem desenhar conjuntamente um programa que poderá vier a dar respostas científicas a partir das teses, mas também através de pessoas com competências para enfrentar os desafios que os novos tempos irão nos colocar.  

A representante da REALP Portugal, Manuela Morais, centrou a sua intervenção sobre o papel da REALP na criação de programas de ensino internacional graduado: “estamos mais uma vez na Uni-CV a fazer histórias da REALP, com este mestrado. A REALP foi criada em 1997, com o objetivo de específico de criar um Mestrado em Gestão e Políticas Ambientais nos diferentes países membros desta rede. Em 2016, inauguramos um doutoramento em Gestão e Políticas Ambientais e agora 5 anos depois inauguramos o mestrado”. 

Por sua vez, a representante da REALP Brasil, Vládia Pinto, frisou que a implementação deste programa do MGPA, através da ECAA e a REALP, conta com a participação de docentes e investigadores, e evidencia o compromisso da Universidade de Cabo Verde e das universidades que fazem parte da REALP com a questão ambiental, levando a condicionar a atingir o desenvolvimento sustentável. 

A Presidente da ECAA e diretora do MGPA, Isaurinda Baptista, avançou que “o ambiente e a necessidade da sua gestão sustentável em Cabo Verde parecem ser mais importantes do que em qualquer outra parte do planeta, devido à enorme fragilidade dos recursos ambientais aquários do país, o que condiciona sobremaneira a sobrevivência da nossa população. Isto demonstra a importância da realização de um programa de pós-graduação em Gestão e Políticas Ambientais para capacitar profissionais capazes de contribuir com soluções os grandes desafios ambientais”.

Em seguida, deu início à palestra inaugural proferida pelo professor Manuel Leão Lopes sob o tema “Eficácia de Gestão de Áreas Protegidas de Cabo Verde: o caso dos Parques Naturais das zonas de altitude”, e à palestra intitulada “Panorama e Desafios da Gestão e Políticas Ambientais em Cabo Verde”, apresentada pelo Diretor Nacional do Ambiente, Alexandre Nevsky.

Abertura Oficial do Gestão Políticas e Ambientais