carlos_lima.JPG

No âmbito do novo Programa Indicativo de Cooperação (PIC) para o período 2022-2025, assinado entre Luxemburgo e Cabo Verde, em 2020, a Universidade de Cabo Verde reuniu com o responsável para o eixo de emprego e empregabilidade do PIC, Carlos Lima, na sexta-feira passada, 23 de julho, na sala de reuniões da reitoria para discutir as áreas de cooperação com a Universidade de Luxemburgo. 

O PIC – 2022-2025 beneficia o sector do clima, transição energética e o desenvolvimento local. O sector sobre o desenvolvimento local desdobra em emprego e a empregabilidade; o clima com as alterações climáticas, e as medidas que serão aplicadas, sobretudo na água e o saneamento; e a transição energética, com todos os componentes das energias renováveis do país. 

Na matéria de emprego e a empregabilidade, a cooperação luxemburguesa decidiu ir além da formação profissional, com abertura de um novo eixo, denominado, bolsas de estudo para a Universidade de Luxemburgo. 

“Escolhemos a Universidade de Cabo Verde para ser o interlocutor com a Universidade de Luxemburgo para a montagem desse processo de bolsas de estudo. Do contacto feito, a Universidade de Luxemburgo, mostrou interesse em atribuir bolsas de doutoramentos ou mestrados à Uni-CV, em áreas que sejam prioritárias para Cabo Verde”, sublinhou Carlos Lima, realçando que o próximo passo, é avançar com protocolos entre as duas instituições de ensino superior, que garantissem a incorporação dos formandos na Universidade de Cabo Verde, após a conclusão dos estudos.

A Reitora da Uni-CV, Judite Medina do Nascimento, afirmou que as áreas apresentadas vão de encontro com as definidas pela Universidade de Cabo Verde. “Louvamos a chegada do novo PIC e as áreas do desenvolvimento local, clima e transição energética confluem com aquilo que são as grandes prioridades do Estado de Cabo Verde e da Universidade de Cabo Verde. A nossa universidade vai-se sintonizando com estas prioridades”, avançou a magnífica Reitora, acrescentando que a Universidade está interessada em iniciar este projeto de parceria com a Universidade de Luxemburgo. 

Para além da Reitora da Uni-CV e do responsável para eixo de emprego e empregabilidade do Programa Indicativo de Cooperação, o encontro contou ainda com a presença do Vice-reitor para Ensino, Formação e Inovação Pedagógica da Uni-CV, João Cardoso, o Pró-reitor para Investigação e Inovação Tecnológica, Aristides Silva, o Pró-reitor para Ação Social, Assuntos Estudantis e Cultura Universitária, Mário Lima, a Pró-reitora para a Extensão Universitária, Maria de Lourdes Gonçalves e o Assessor para Relações Internacionais, Cooperação e Mobilidade, Bruniguel Andrade.