Astrigilda_Silveira.jpg

A Universidade de Cabo Verde recebeu de 14 a 16 de julho, um Seminário de Formadores online na sala 314, do Campus de Palmarejo. A intervenção tem como objetivo o reforço da formação dos 40 formadores em GeoGebra cabo-verdianos para a obtenção do nível III, a partir dos Polos da Uni-CV da Praia, Mindelo e Assomada e a realização de oficinas piloto de formação de professores dos Ensinos Básico e Secundário em diferentes concelhos das Ilhas de Santiago e São Vicente, como parte deste processo de certificação.

A formação incide na área de matemática e no uso do software GeoGebra em contexto STEAM, bem como no desenvolvimento de práticas que contribuam para a melhoria da aprendizagem dos alunos, através da formação de formadores e formação inicial de professores e da introdução do software GeoGebra na prática dos docentes, mediante abordagens contextualizadas e que estabelecem conexões intra e extra matemática.

A Professora Astrigilda Silveira afirmou que o projeto de reforço de consiste em trabalhar a matemática numa visão integradora das aprendizagens. “Temos o GeoGebra & STEAM - Ciências, Tecnologias, Engenharias, Artes e Matemática onde o professor de matemática poderá trabalhar os conteúdos numa visão sempre integradora das aprendizagens, ou seja, por exemplo, os professores de química, física, geometria descritiva poderão fazer um trabalho de equipa em conjunto em prol da aprendizagem significativa da matemática”.

Com este projeto, a Professora Astrigilda Silveira, espera abranger mais de 250 novos professores. “Portanto neste processo, 290 professores das ilhas Santiago e São Vicente. Almejamos ter sucesso neste projeto para podermos levá-lo às restantes ilhas de Cabo Verde”.

Orçado em 23.280,60 euros, o projeto é financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian e cofinanciado pela Associação dos Estados Ibérico-americanos, a Universidade de Cabo Verde e o Ministério de Educação de Cabo Verde, e conta como parceiros estratégicos a Organização do Estado Ibérico-americano, a Universidade de Cabo Verde, o Instituto GeoGebra na Universidade de Cabo Verde, o Instituto GeoGebra de Portugal, a Escola Superior do Instituto Politécnico do Porto, o Governo de Cabo Verde e o Estado Português. 

A Professora Astrigilda Silveira, prevê um seminário de encerramento do projeto com vista apresentar os resultados dos mesmos, em junho de 2022.