204159411_793987591284850_9132233549912822961_n.jpgDesde a antiguidade, a produção de queijo é considerada um método bem-sucedido de exploração do leite. O leite é um dos alimentos mais completos, constituído principalmente por proteínas, vitaminas lactose, gordura, minerais, sais e enzimas, porém, esta composição pode variar de acordo com a estação do ano, tempo de lactação, raça e número de animais. Compreendendo a importância de conhecer a composição nutricional do queijo, o docente e investigador da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Uni-CV, Wilson Semedo, publicou, em colaboração com outros investigadores, os resultados da sua investigação sobre a qualidade do queijo coalho de vaca produzidos em São Jorge dos Órgãos, ilha de Santiago, na revista internacional, Kwanissa. 

O investigador destaca a importância da composição nutricional do queijo que é vital para a garantia da saúde e aceitação do consumidor. A qualidade desse produto foi avaliada por meio de determinações físicas, químicas e sensoriais, onde a composição química é um dos parâmetros mais importantes para sua fabricação, caraterização e controle de qualidade.

No artigo, Wilson Semedo, mostra que a qualidade do queijo depende diretamente da qualidade do leite, exigindo um controle de qualidade rigoroso durante todo o processo da produção. Nas análises físico-químicas realizadas neste estudo, permitiram obter informações qualitativas e quantitativas dos nutrientes presentes no queijo de vaca produzido em São Jorge dos Órgãos. Das análises concluiu-se que este queijo coalho apresenta caraterísticas físico-químicas e sensoriais de acordo com o regulamento do Parlamento Europeu e do Conselho que estabelece as regras de higiene específicas aplicáveis ​​à produção de leite cru. 

Os resultados da investigação mostram que o queijo estudado é caracterizado como um queijo fresco de pasta semi mole com características físicas, químicas e sensoriais semelhantes a outros tipos de queijo fresco. Este estudo abre caminho para futuras investigações que devem investigar as alterações nas características microbiológicas, sensoriais e físico-químicas deste queijo durante o período de armazenamento.

O estudo, desenvolvido pelo docente e investigador da Uni-CV, conta ainda com a colaboração da ex-estudante do curso de Engenharia Alimentar da Faculdade de Ciências e Tecnologias, Jussara Correia e do docente da Universidade de Santiago, Ricardo Mendes.

A Kwanissa é uma revista científica criada no seio do curso de Licenciatura em Estudos Africanos e Afro-Brasileiros e tem como foco: História e Cultura Africana e Afro-Diaspóra; Relações étnico-raciais; Educação das relações étnico-raciais e lei 10.639/03; Políticas Públicas de promoção da igualdade racial; Epistemologias do Sul; Estudos da diáspora africana (cultura, ciência, etc.); Gênero, direito e políticas na diáspora africana.