Calendário de eventos

Hoje
Neste mês
Mês anterior Dia anterior
Dia seguinte Próximo mês
Descarregar como ficheiro ICAL
II Jornadas da Língua Portuguesa na UniCV em Mindelo

As II Jornadas da Língua Portuguesa no Mindelo são organizadas pelo Camões- Centro de Língua Portuguesa no Mindelo, em parceria com a Universidade de Cabo Verde e a Delegação do Ministério de Educação de São Vicente e são financiadas pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P..

Nestas II Jornadas da Língua Portuguesa haverá lugar à apresentação de comunicações que deem conta de investigação realizada, de estratégias levadas à prática e de projetos desenvolvidos no quadro do tema geral “Práticas de Escrita | Percursos didáticos e literários”.

Num ambiente escolar e universitário com cultura de investigação, experimentação e inovação, as II Jornadas da Língua Portuguesa surgem como um momento de encontro e de reflexão colaborativa, conciliando abordagens teóricas e práticas pluridisciplinares com a complexidade da produção escrita.

Uma reflexão sobre a escrita e as suas particulares condições de produção, na academia e para além dela, parte, necessariamente, das diferentes dimensões já identificadas por professores e investigadores. Trata-se de uma prática complexa, afetada por fatores de natureza muito diversa, conteúdo escolar e académico encerrando um elevado grau de dificuldade e, simultaneamente, instrumento transversal ao curriculum, determinante para o sucesso escolar e académico com implicações no desempenho dos estudantes em termos de aquisição, elaboração e expressão do conhecimento.

Entidade sócio discursiva, forma de ação social, descrito tantas vezes como trabalho árduo e solitário, não raras vezes produtor de inibidoras sensações de fracasso, o ato de escrever é também o ato de falar a uma multidão falando sozinho, prazeroso momento de liberdade e de criatividade, capaz de “tornar verdadeira a verdade” (Herberto Helder) e de “reproduzir o irreproduzível” (Clarice Lispector).

Pretendemos, por isso, articular uma abordagem reflexiva de partilha de experiências e práticas pedagógicas, de discussão e adoção de hipóteses de trabalho, estratégias, procedimentos e recursos didáticos, com práticas de mediação literária, oficinas de escrita criativa, encontros com escritores e editores.

Assim, convidam-se professores, investigadores, formadores, dinamizadores, editores e escritores a apresentarem propostas de comunicação que se enquadrem nos seguintes temas e subtemas:

  1. Práticas de escrita em contexto escolar e/ou académico:
    • Condições de produção escrita e características formais (competência linguística e competência comunicativa; heterogeneidade composicional dos textos escritos; dicotomia norma/uso).
    • Metodologias pedagógicas e ferramentas didáticas.
    • Modalidades e instrumentos de avaliação da produção escrita.
  2. Práticas de escrita em ambiente digital:
    • Multiplicidade de usos que as tecnologias digitais podem assumir no quadro de uma didática da língua orientada pelos princípios do plurilinguismo, do multiculturalismo e do socio construtivismo.
    • A escrita colaborativa em espaços digitais e a criação de e-books.
  3. Práticas de escrita em diálogo interdisciplinar:
    • A escrita como aprendizagem multirepresentacional.
    • Escrita e domínio da abstração, simbolização e associações transmodais.
  4. Práticas de escrita e representações culturais.
    • Potencialidades do texto como construção histórica, social, cultural e linguística.
    • Educação e comunicação intercultural.
    • O mérito do conteúdo e a qualidade da forma.
    • Práticas de mediação literária.

 

Modalidades de apresentação:

  • Apresentação individual de artigo;
  • Oficina de criação / apresentação de conteúdos pedagógicos.

O programa contempla conferências e painéis com debates; apresentação de comunicações, momentos práticos de reflexão e partilha em oficinas de formação.

Normas de submissão das propostas:

  • Os resumos das propostas de trabalhos a apresentar nas II Jornadas da Língua Portuguesa no Mindelo devem ser enviados até ao dia 5 de setembro de 2020 para o e-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

 

Os resumos das propostas de comunicação devem contemplar uma breve biografia do autor; a descrição do trabalho/projeto a apresentar (máximo de 1500 caracteres); informação sobre o contexto em que foi desenvolvido e os resultados alcançados.

As II Jornadas da Língua Portuguesa abrem também as portas à apresentação de novos materiais pedagógicos em Língua Portuguesa (livros, manuais, ferramentas didáticas, plataformas digitais, entre outros). Para apresentação ou inclusão deste material no encontro, deve enviar uma breve descrição para o e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. até ao dia 15 de setembro de 2020.

Informações complementares poderão ser encontradas na página eletrónica do Camões – Centro de Língua Portuguesa no Mindelo.

Local Universidade de Cabo Verde

II Jornadas da Língua Portuguesa na UniCV em Mindelo

Descarregar como ficheiro ICAL

As II Jornadas da Língua Portuguesa no Mindelo são organizadas pelo Camões- Centro de Língua Portuguesa no Mindelo, em parceria com a Universidade de Cabo Verde e a Delegação do Ministério de Educação de São Vicente e são financiadas pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P..

Nestas II Jornadas da Língua Portuguesa haverá lugar à apresentação de comunicações que deem conta de investigação realizada, de estratégias levadas à prática e de projetos desenvolvidos no quadro do tema geral “Práticas de Escrita | Percursos didáticos e literários”.

Num ambiente escolar e universitário com cultura de investigação, experimentação e inovação, as II Jornadas da Língua Portuguesa surgem como um momento de encontro e de reflexão colaborativa, conciliando abordagens teóricas e práticas pluridisciplinares com a complexidade da produção escrita.

Uma reflexão sobre a escrita e as suas particulares condições de produção, na academia e para além dela, parte, necessariamente, das diferentes dimensões já identificadas por professores e investigadores. Trata-se de uma prática complexa, afetada por fatores de natureza muito diversa, conteúdo escolar e académico encerrando um elevado grau de dificuldade e, simultaneamente, instrumento transversal ao curriculum, determinante para o sucesso escolar e académico com implicações no desempenho dos estudantes em termos de aquisição, elaboração e expressão do conhecimento.

Entidade sócio discursiva, forma de ação social, descrito tantas vezes como trabalho árduo e solitário, não raras vezes produtor de inibidoras sensações de fracasso, o ato de escrever é também o ato de falar a uma multidão falando sozinho, prazeroso momento de liberdade e de criatividade, capaz de “tornar verdadeira a verdade” (Herberto Helder) e de “reproduzir o irreproduzível” (Clarice Lispector).

Pretendemos, por isso, articular uma abordagem reflexiva de partilha de experiências e práticas pedagógicas, de discussão e adoção de hipóteses de trabalho, estratégias, procedimentos e recursos didáticos, com práticas de mediação literária, oficinas de escrita criativa, encontros com escritores e editores.

Assim, convidam-se professores, investigadores, formadores, dinamizadores, editores e escritores a apresentarem propostas de comunicação que se enquadrem nos seguintes temas e subtemas:

  1. Práticas de escrita em contexto escolar e/ou académico:
    • Condições de produção escrita e características formais (competência linguística e competência comunicativa; heterogeneidade composicional dos textos escritos; dicotomia norma/uso).
    • Metodologias pedagógicas e ferramentas didáticas.
    • Modalidades e instrumentos de avaliação da produção escrita.
  2. Práticas de escrita em ambiente digital:
    • Multiplicidade de usos que as tecnologias digitais podem assumir no quadro de uma didática da língua orientada pelos princípios do plurilinguismo, do multiculturalismo e do socio construtivismo.
    • A escrita colaborativa em espaços digitais e a criação de e-books.
  3. Práticas de escrita em diálogo interdisciplinar:
    • A escrita como aprendizagem multirepresentacional.
    • Escrita e domínio da abstração, simbolização e associações transmodais.
  4. Práticas de escrita e representações culturais.
    • Potencialidades do texto como construção histórica, social, cultural e linguística.
    • Educação e comunicação intercultural.
    • O mérito do conteúdo e a qualidade da forma.
    • Práticas de mediação literária.

 

Modalidades de apresentação:

  • Apresentação individual de artigo;
  • Oficina de criação / apresentação de conteúdos pedagógicos.

O programa contempla conferências e painéis com debates; apresentação de comunicações, momentos práticos de reflexão e partilha em oficinas de formação.

Normas de submissão das propostas:

  • Os resumos das propostas de trabalhos a apresentar nas II Jornadas da Língua Portuguesa no Mindelo devem ser enviados até ao dia 5 de setembro de 2020 para o e-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

 

Os resumos das propostas de comunicação devem contemplar uma breve biografia do autor; a descrição do trabalho/projeto a apresentar (máximo de 1500 caracteres); informação sobre o contexto em que foi desenvolvido e os resultados alcançados.

As II Jornadas da Língua Portuguesa abrem também as portas à apresentação de novos materiais pedagógicos em Língua Portuguesa (livros, manuais, ferramentas didáticas, plataformas digitais, entre outros). Para apresentação ou inclusão deste material no encontro, deve enviar uma breve descrição para o e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. até ao dia 15 de setembro de 2020.

Informações complementares poderão ser encontradas na página eletrónica do Camões – Centro de Língua Portuguesa no Mindelo.

Local : Universidade de Cabo Verde

Voltar