Foto Elizandra Elisandra Rodrigues defendeu no dia 21 de julho de 2021, a sua tese de doutoramento em Gestão e Políticas Ambientais, intitulada “A Gestão Ambiental e a Responsabilidade Social Corporativa como Instrumentos o Alcance do Desenvolvimento Sustentável em Estados Insulares”.

Com esta investigação, a doutorada pretende reunir novos conhecimentos de forma a propor políticas para pequenos estados insulares, no que se refere à correta análise e aplicação da gestão ambiental. E da mesma forma, procura analisar os problemas e desafios que as empresas enfrentam na busca da sustentabilidade e os impactos que estas provocam nas empresas.

RESUMO

Na visão de alguns críticos, os procedimentos adotados para a certificação não eliminam os riscos ambientais dos processos produtivos, existindo, portanto, um ceticismo à volta da efetividade da utilização das normas de gestão ambiental na implementação de mudanças voltadas para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). Esta tese tem como principal objetivo analisar a gestão ambiental e a responsabilidade social corporativa a partir da análise dos indicadores de responsabilidade socioambiental como instrumentos para alcançar o Desenvolvimento Sustentável em Estados Insulares, neste caso, Cabo Verde. Busca-se analisar os desafios e problemas que as empresas enfrentam na busca da sustentabilidade ambiental e/ou da certificação ambiental e os impactos que a sua atividade provoca no ambiente. É assim necessário analisar as práticas de responsabilidade socioambiental adotadas pelas organizações cabo-verdianas aliadas à implementação dos sistemas de gestão ambiental, e se as mesmas estão de acordo com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 das Nações Unidas. Pretende-se com esta investigação agregar conhecimento de forma a propor políticas para pequenos estados insulares no que se refere à correta análise e aplicação da gestão ambiental.