keila unicv

Keila Robalo, docente e investigadora da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Uni-CV, teve o seu artigo intitulado “Durability and Time-Dependent Properties of Low-Cement Concrete” publicado na revista internacional Materials”, numa edição especial nomeada  “Low Carbon Cements (Cimentos de baixo carbono).

Keila Robalo produziu o seu artigo no âmbito do seu projeto de doutoramento intitulado “Contributo para um Novo Conceito de Estruturas em Betão Ecoeficiente e de Durabilidade Melhorada”, que está sendo desenvolvido no Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa. 

O artigo teve como finalidade “estudar a influência dos parâmetros de formulação nas propriedades diferidas e de durabilidade dos betões com baixa dosagem de cimento (low cement concrete - LCC), mais especificamente na: retração e fluência, carbonatação, absorção da água por capilaridade e por imersão.”

Conforme adianta a investigadora no artigo, “a vida útil das estruturas produzidas com os LCC estudados foi estimada, considerando o desempenho da durabilidade, no que se refere ao efeito da carbonatação sobre a possível corrosão da armadura de aço. As misturas de LCC com reduzida dosagem de cimento e alta compacidade, apesar de elevada relação W/C (água/cimento), apresentam baixa retração e aquelas com maior resistência apresentam fluência reduzida, porém dependendo da relação W/Ceq (água/cimento equivalente)”.

De acordo com as conclusões da Robalo, é possível formular betões com dosagem reduzida de cimento e com bom desempenho quanto à resistência à carbonatação e, consequentemente, longa vida útil, o que é obrigatório para uma construção sustentável. O LCC com 175 kg/m3 de dosagem de cimento é um exemplo com maior vida útil, comparativamente a um betão corrente com 250kg /mde cimento. Dependendo das classes de exposição XC (corrosão induzida por carbonatação), a quantidade de cimento pode ser reduzida entre 37,5% e 42%, uma vez que o LCC com 175kg/m3 de cimento permite reduzir o recobrimento de betão abaixo do mínimo recomendado, garantindo simultaneamente a vida útil necessária para estruturas correntes (estrutura com 50 anos de vida útil) e estruturas especiais (estrutura com 100 anos de vida útil).

Materials” é uma revista internacional de ciência e engenharia de materiais, de acesso aberto, destinado a publicações online através do Instituto de Publicação Digital Multidisciplinar (MDPI).