No âmbito de "2014 – Ano da Língua Cabo-verdiana", em saudação ao Dia Internacional da Língua Materna, que se comemora hoje, dia 21 de Fevereiro, e para marcar o início da programação do Ano, a Comissão Organizadora dá a conhecer o Programa de Actividades homologado pelo Reitor.

O Programa prevê 6 grandes actividades, sendo uma delas internacional, a saber:

1. Realização de uma Semana de Língua Materna

2. Assinalar Datas Comemorativas

3. Realização de Actividades de Animação Cultural

4. Criação de uma Linha Editorial (Língua Cabo-verdiana) das Edições Uni-CV

5. Organização de um Seminário sobre Política Linguística

6. Organização local do V Seminário Internacional do Grupo de Estudos de Línguas em Contacto (GELIC)

A comissão organizadora é presidida pelo Professor Doutor Manuel Brito Semedo.

Veja o programa completo.

Na sequência do dia da língua materna, o então magnífico Reitor da Uni-CV, Professor Doutor Paulino Lima Fortes deixou a sua mensagem à comunidade académica.

                                              MENSAGEM ALUSIVA AO DIA DA LÍNGUA MATERNA

Prezados Estudantes, Docentes e pessoal não Docente da Uni-CV

"A 21 de Fevereiro de cada ano celebra-se o Dia da Língua Materna. Em Cabo Verde celebramos o dia da língua cabo-verdiana. Na Universidade essa efeméride deve ser assinalada não apenas com festividades mas também com reflexão e estudo sobre a nossa língua materna.

A reflexão nos leva de imediato ao facto de ainda a nossa língua materna não ter o estatuto de língua oficial de Cabo Verde. Como disse noutras ocasiões trata-se de um estado desconfortável para todos nós, de quem falta ainda um passo para o cumprimento do ideário da independência nacional.

O estudo leva-nos a contribuir com maior acutilância, em quantidade e em qualidade para o conhecimento científico e a divulgação interna e internacional da nossa língua.

A Uni-CV tem assumido a sua responsabilidade em relação à língua cabo-verdiana quer ao nível da formação, com uma das mais antigas licenciaturas na área (Estudos Cabo-verdianos e Portuguese), com um mestrado em crioulística, com investigação activa por parte de vários docentes e investigadores que, inclusivamente apresentaram teses de doutoramento na área, com a criação de um Núcleo de Investigação em Língua Cabo-verdiana e declarando 2014 como sendo o ano da língua materna.

Em razão da época em que nos encontramos na Uni-CV, no final de um governo e início de outro, tivemos que adiar as comemorações do dia da língua materna.

Queria contudo saudar todos os académicos da Uni-CV bem como todas as cabo-verdianas e todos os cabo-verdianos, residentes ou na diáspora, aquando do dia da nossa língua.

Desejo a todos boas reflexões e boas comemorações, em particular escutando palavras cantadas em música ou em poesia na língua cabo-verdiana, lendo ou escrevendo na nossa língua, mas sobretudo através de boas partidas de ditados, anedotas di terra e combersu sábi.

Vivas saudações académicas",

Paulino Lima Fortes
Reitor

Pin It