A nova Equipa Reitoral da Uni-CV concretizando a gestão de proximidade programada com as Unidades Orgânicas, fez o seu primeiro encontro alargado ontem terça-feira, dia 15, com a Comunidade Académica do Campus do Palmarejo.
Este encontro com os DCSH e DCT, departamentos de Ciências Sociais e Humanas e de Ciências e Tecnologias, e que contou com a presença dos respetivos Presidentes e Diretora dos Serviços Académicos, visou auscultar os discentes, docentes e funcionários da casa e fazer um breve balanço do mês e meio de exercício de funções e informar sobre o ponto de situação da Universidade de Cabo Verde, a nível administrativo e financeiro.
No encontro com os estudantes, estes tiveram a oportunidade de apresentar um conjunto de questões que os inquietam, tanto a nível académico como a nível das atividades extracurriculares e culturais.
De entre os problemas abordados, avulta a questão das propinas, em especial os casos de dívidas e o impacto sobre a vida académica, tanto dos estudantes como da universidade pública no seu todo. Após dar a palavra aos estudantes enquanto membros ativos da Uni-CV, a Reitora, Professora Doutora Judite Nascimento, lembrou que existe entre os Estudantes e a Instituição Universitária um acordo mútuo, a ser cumprido por ambas as partes. Assim sempre que o incumprimento resulta de falta de pagamento por motivos alheios ao Estudante, este facto será atendido e haverá negociação entre as partes para a busca de uma solução, desde o pagamento faseado e isenção parcial ou integral das coimas. Quando estão envolvidas entidades financiadoras de bolsas, a nova Equipa Reitoral tem estado a trabalhar com essas entidades por forma a garantir que nenhum estudante deixará de estudar por incumprimento do pagamento da bolsa. Estão neste caso, por exemplo, os bolseiros das autarquias, tendo a Reitora expressado que nenhum aluno será penalizado por falta de pagamento de propina por parte das câmaras municipais, garantindo que será permitido aos estudantes concluírem os seus estudos.
No encontro com os docentes, a maior preocupação destes prende-se com as licenças para formação no exterior e a participação em colóquios internacionais.
Destacando o ponto de situação da Universidade de Cabo Verde, a nível administrativo e financeiro, a equipa teve de decidir que nesta fase, em princípio, as ausências nunca devem ultrapassar mais de 3 dias úteis, salvo se houver necessidades específicas, ponderado o real interesse para a Universidade.
No encontro com os funcionários, estes tiveram a oportunidade de apresentar algumas das suas preocupações relacionadas com o vínculo à instituição, a progressão e a formação.

Na hora do balanço do encontro, os entrevistados, que incluem estudantes docentes e funcionários afirmaram que este encontro assume extrema importância para a Uni-CV, na medida em que todos se sentem mais próximos da Reitoria e contribuirá significativamente para uma gestão mais participativa, em todas as esferas académicas e administrativas.
Segundo a magnífica Reitora, trimestralmente vão continuar a acontecer encontros desta natureza, em todas as unidades orgânicas, tendo-se com a visita de ontem concluído o primeiro ciclo de visitas às cinco escolas e departamentos da Uni-CV.
Da equipa reitoral estiveram presentes: a Reitora, Professora Doutora Judite Nascimento, a Pró-Reitora para a Pós-Graduação e Investigação, Professora Doutora Sónia Victória, a Assessora para a Graduação e CESP, Professora Doutora Celeste Benchimol, e o Administrador-Geral, Mestre Mário Lima. Como acima referido, o referido encontro contou com a presença dos presidentes das Unidades Orgânicas do campus do Palmarejo Professores Doutores Arlindo Mendes e João Felsiberto Semedo e a Diretora dos Serviços Académicos, Mestre Vera Alfama.

 

Pin It