Uni-CV e Biblioteca Nacional de Cabo Verde formalizam parceria de cooperação

VER GALERIA

A Universidade de Cabo Verde e a Biblioteca Nacional de Cabo Verde (BNCV) assinaram um protocolo de cooperação. O ato decorreu na terça-feira, dia 5 de setembro, na Biblioteca Nacional tendo sido rubricado pela Reitora da Uni-CV, Professora Doutora Judite Medina do Nascimento e pela Curadora da Biblioteca Nacional de Cabo Verde, Professora Doutora Maria de Fátima Fernandes.

O protocolo prevê o desenvolvimento de atividades conjuntas de promoção do livro, de incentivo à leitura, promoção de formação e estágios curriculares.

A Reitora da Uni-CV realçou tratar-se da formalização de uma parceria já existente e que agora será reforçada com o aumento do número de estagiários colocados na Biblioteca e a implementação de projetos conjuntos de promoção das línguas e do livro.

A Biblioteca Nacional passa a acolher anualmente estagiários do último ano dos cursos de Ciências Sociais, Relações Públicas e Secretariado Executivo, Gestão do Património Cultural, História e Património (Ensino, Museologia, Bibliotecas e Arquivos), Estudos Cabo-verdianos e Portugueses, Ciências da Educação, Engenharia Informática, Tecnologia de Comunicação e Multimédia e Engenharia Informática e Telecomunicações.

A Biblioteca Nacional colabora com a Uni-CV na implementação dos projetos “Formação Transdisciplinar de professores da Educação Básica: Formação e Animação de leitura e Escrita em Língua Portuguesa, Música e Matemática”, “Média e Educação para Cidadania” e “Vicente ao Cubo-Mindelo e Santiago ao Cubo-Praia”.

No âmbito deste protocolo, compete à Uni-CV garantir perfis adequados dos estudantes que frequentam estágios na BNCV, apoiar a formação académica de colaboradores da BNCV nas suas áreas de atuação, promover o intercâmbio de informações e de publicações académicas e apoiar na elaboração de projetos científicos a serem submetidos a financiamento.

“Nós temos um grande projeto de promoção da língua cabo-verdiana e gostaria também, através deste protocolo, de promover as duas línguas, a materna e a oficial e, quem sabe, fornecer subsídios ao governo para realmente se construírem as bases para a oficialização da nossa língua materna, paralelamente à promoção da língua portuguesa”, salientou a Reitora da Uni-CV.

Por sua vez, a Curadora da BNCV adiantou que o momento de formalização da parceria marca um conjunto de intenções que, a serem concretizadas em projetos, poderão contribuir para o reforço de ação de ambas as instituições: “Por um lado, estimulando a qualidade dos trabalhos feitos e a criatividade numa perspetiva de modernização da Biblioteca Nacional e ao mesmo tempo confirmando o nível de qualidade e ação da Universidade de Cabo Verde”, sublinhou.

“A nossa meta incluiu uma biblioteca em rede com as instituições de ensino superior. Queremos que os alunos estejam na sala de leitura da Uni-CV e, com três cliques, consigam aceder ao espólio da Biblioteca Nacional sem necessidade de se deslocarem à Biblioteca Nacional”, enfatizou.

“Com tamanha ambição esta parceria possibilitará a encomenda à Uni-CV de novas ofertas formativas de quadro de técnicos e auxiliares da biblioteca, animadores de projetos de formação e animação da leitura, programadores de base interativas, profissionais para o mercado de edição de textos para alimentar as bibliotecas e aumentar a produção, promover, conservar e difundir o património documental cabo-verdiana”, perspetivou a Curadora.

O ato de assinatura contou com as presenças do Ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Dr. Abrão Vicente, da Reitora da Uni-CV, da Pró-Reitora para Pós-graduação e Investigação, Professora Doutora Sónia Silva, do Administrador-Geral, Professor Doutor Mário Lima, da Curadora da BNCV, bem como de vários técnicos e demais convidados.

Pin It