associacad

Edson Liver Mendes Gomes é o Presidente da Associação Académica da Uni-CV (Acad) desde finais de 2015. Além de ter a responsabilidade de representar os estudantes, a Acad está a trabalhar para que estes estejam cada vez melhor informados e participativos nos processos de formação. No início deste novo ano letivo, a Acad espera contar com todos os estudantes na semana académica que decorre de 10 a 15 de outubro.

Uni-CV: Quando se iniciaram as atividades da Acad na Uni-CV?
Edson Gomes: A Associação Académica surgiu através de um grupo de estudantes que faziam parte do Corpo de Voluntários da Uni-CV, por se ter notado que havia essa necessidade.
O primeiro presidente foi o ex-estudante Adilson Neto, e o vice-presidente Austelino, mas também participaram os estudantes Domingos Lobo, Evandra Moreira e Daleida Monteiro. A associação foi concretamente oficializada em março de 2013. Foi a partir de então que se iniciaram as nossas atividades e que nos dêmos a conhecer junto dos estudantes.

U: Quais são as funções da Acad?
EG: As principais funções da associação são defender os estudantes, servir de elo entre os estudantes e corpo directivo da universidade e do ensino superior, representar os estudantes, facilitar a vida dos estudantes através da divulgação das informações que lhes são mais importantes e também criar projetos de forma a beneficiar na formação dos nossos estudantes.

U: Que órgãos constituem a Associação?
EG: Temos a Assembleia geral da associação, depois temos o conselho fiscal e o conselho diretivo, onde está o poder executivo da associação. Também temos os gabinetes que estão dentro da direção onde são elaborados os projetos da nossa associação. Os gabinetes estão dedicados às atividades culturais, pedagógicas, desportiva e intercâmbios, esses são os pilares da Acad.

U: Como são realizadas as eleições para a presidência da Associação?
EG: O nosso estatuto é bem claro, diz que todos os estudantes têm o direito de voto e de ser eleitos para a liderança da Acad. Estamos num país democrático, todos que considerem que têm a capacidade de dirigir a nossa associação têm a oportunidade de se candidatar no período certo que é anunciado pela assembleia geral para candidatura à liderança da Acad.

U: Quais os objetivos traçados pela Acad no início do mandato?
EG: Alguns dos nossos objetivos maiores eram conseguir a emissão do cartão de estudante, regularizar a situação das casas-de-banho do Campus, também fazer com que os estudantes da Escola de Negócios e Governação (ENG) se sentissem integrados como pertencendo à Universidade de Cabo Verde.

U: O que já conseguiram alcançar?
EG: Hoje não se consegue distinguir se a associação pertence ao Campus do Palmarejo ou à ENG ou mesmo à Faculdade de Engenharias e Ciências do Mar. Vê-se a associação no seu todo porque conseguimos unir os estudantes da Universidade de Cabo Verde. Começou-se com a comissão de finalistas, em que houve o cuidado de representar a Universidade e não as escolas em si. Temos regularizada a situação das casas-de-banho do Campus do Palmarejo, e já conseguimos a emissão do cartão de estudante que vai ser implementado em outubro, no início do ano letivo de 2016/2017.

U: A concretização do cartão do estudante e o seguro escolar são algumas conquistas desta administração da Acad e da Equipa Reitoral. Como foi possível?
EG: Em primeiro lugar, eu gostaria de agradecer à Equipa Reitoral por cumprir com a sua promessa e ajudar-nos a cumprir com o nosso objectivo. O cartão de estudante e o seguro escolar são dois elementos muito importantes para os estudantes, porque todos têm direito a uma identificação e segurança no meio onde convivem, portanto, estamos de parabéns. O cartão de estudante e o seguro escolar já estavam previstos há algum tempo pela anterior administração da Acad. Graças ao esforço da nova equipa reitoral e da nova administração da Acad, agora estes documentos vão ser uma realidade na Uni-CV.

U: Quais têm sido os maiores desafios que tem ultrapassado enquanto presidente da Acad?
EG: O maior desafio é a questão de organização e incentivo, porque sabemos que quem faz parte da associação é o voluntário, então dá o tempo que tem, e normalmente ainda estamos um pouco fechados em relação ao que é ser voluntário. Temos cerca de cinquenta membros inscritos, no entanto, talvez 20% é que participam ativamente, então vamos ter de mobilizar cada vez mais e fazer com que estes membros participem mais e incentivar os estudantes também a fazer parte da associação.

U: Quais foram as dificuldades encontradas na interação com os estudantes?
EG: A questão da falta de procura de informações, ainda estão muito desinformados.

U: Como se pode agir para reduzir essa desinformação?

EG: A melhor forma de reduzir a desinformação dos estudantes é contar fortemente com ajuda dos professores na divulgação das informações necessárias e promover mais o email académico facultando os materiais neste espaço e tentar acabar com o email da turma.

U: Quais as principais atividades realizadas pela ACAD?
EG: O nosso foco é nos projetos educativos, temos estado a realizar palestras e conferências para enriquecer o conhecimento do estudante, esse é o nosso principal foco dos projetos realizados pela ACAD.

U: Quais foram as maiores mudanças que sentiram na academia com a entrada da Acad?
EG: Nota-se claramente que com a criação da associação há uma maior dinâmica dentro da nossa universidade, porque os estudantes hoje sabem que existe uma organização que os representa perante as outras organizações. Desta forma, vê-se que os estudantes estão a tornar-se cada vez mais activos, embora paulatinamente, mas nota-se a consciência de ser universitário, e ACAD tem estado a promover esse conceito.

U: No vosso olhar, o que é ser universitário?
EG: Para nós o "Ser Universitário" é o indivíduo que frequenta a academia com muita curiosidade, um espírito crítico, gosta de pesquisar, estar sempre bem informado e ter uma vida académica activa sem se deixar ser "consumido" pela rotina casa-escola escola-casa, porque o universitário tem de ter uma certa autonomia na construção da sua formação.

U: O que espera do novo ano letivo?
EG: Bom, começando pelos estudantes da Uni-CV (os veteranos) acredito que já têm maior consciência do que é a associação, portanto também vão colaborar mais. Acredito que este novo ano letivo será melhor porque somos uma geração consciente sobre o que é ser universitário. Estamos mais próximos da universidade. Este ano foi elaborado um guia de estudantes que vai ajudar na interação dos novos estudantes. Esperamos também que estes venham mais activos com um espírito universitário.

U: Quais são os projetos que a Acad está a trabalhar para responder às necessidades dos estudantes?
EG: Estamos a executar um projeto que é o Horto Universitário. Este projeto visa produzir e fornecer a cantina para ajudar os estudantes a terem refeições mais baratas e ajudá-los a permanecer aqui na Universidade. Também vai apoiar os estudantes de Biologia, Agronomia e também os de Informática, portanto este projeto terá um impacto direto para os estudantes. (mais informações em: http://www.unicv.edu.cv/index.php/pt/arquivo-noticias/3971-embaixador-da-australia-visita-horto-da-uni-cv)

U: Como tem sido a participação dos estudantes nas atividades e campanhas da ACAD?
EG: Sentimos que estão a mudar de mentalidade. Das atividades que realizamos, temos tido uma adesão louvável e acredito que eles vão aderir cada vez mais. Por exemplo, na ENG as antigas associações normalmente não faziam atividades, ou talvez a representação da Acad na ENG não era ativa, mas fizemos no início do nosso mandato duas palestras na ENG e tivemos uma adesão em massa, o mesmo aconteceu com o Campus. Portanto acredito que os estudantes estão a acreditar cada vez mais na associação como a sua voz dentro da universidade.

U: Como é que a Acad vê a Uni-CV?

EG: A Acad vê a Uni-CV como a maior parceira da nossa organização sabendo que praticamente lutamos pela mesma causa que é o bem estar dos nossos estudantes.

U: Que mensagem deixa para os estudantes que representa?
EG: Gostaríamos de ter mais colaboração dos estudantes, que se informem melhor sobre a nossa universidade, conheçam os normativos da universidade, também o código de conduta da nossa universidade e principalmente os nossos deveres e direitos para que não choquemos com a estrutura universitária e assim de mãos dadas possamos ir construindo a nossa universidade.

Pin It